Murilo Gun

Quem está online

Temos 10 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



PoesiAbsoluta
Acesse vários links PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

>>MURILO GUN: + de 1.000 fotos e matérias sobre Gun, filho do editor. VCA.

>>POESIA ABSOLUTA: A + nova novidade em poesia. O avanço do novo estilo. Leia mais de 200 ensaios a respeito dessa invenção.

>>Vários livros de poemas como A expensas, O Crepúsculo do Pênis, ID, Hîmen de Mallarmé, Kant não estuprou a camareira.

>>Milhares de textos sobre a verdadeira literatura do 3° milênio.

Leia e consulte e copie deste SITE que divulga a melhor poesia.

>>Leia O MONITOR, jornal com 106 anos de idade, respeitável e centenário periódico. E os editoriais absolutos de VCA.

>>Leia dezenas de números das revistas mais moderna do Brasil: URUBU, SINGULAR, PAPELJORNAL e MONITORANDO.

Contato:  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 
O QUE A POESIA ABSOLUTA NÃO É PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Não é uma construção formal nem artesanal, algo de hábil lavor e formas inquestionáveis, exatas como uma bomba A.

 
SOBRE POESIA NOVA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Não se trata da busca do sentido perdido (ou abrir a vital arca do significado), mas de perder os sentidos, ocultá-los, tornando-os indecifráveis,

 
POLÍTICA ÉTICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A finalidade da ética – segundo os filósofos gregos, era prescrever ou estabelecer a felicidade individual (do ser ou em si).

 
SIM (?) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Do mesmo ângulo branco

de igual sacada

(do mesmo impropério o tropo torpe)

 
O RETÁBULO E SEUS ÂNGULOS FLÁCIDOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Onde se cruzam cinzas começa

o drama ingente da vida. Como o nada termina.

Se vives à imagem do verbo, és.

 
RESSUREIÇÃO DO VERBO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Ressurreição do verbo. A essência verbal do ser.

Começo meu canto ermo e único

do ombro da madrugada de domingo para segunda, ergo

 
MÁ MÚSICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Deus seria feito de monoaminas

é o que conclui cientista ianque meio ímpio.

A má música cria catarata no ouvido.

 
DOÍDO CAMINHO DO ID PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Um das regiões mais fustigadas, desveladas, com imperícia, talvez, mas com cautela, astúcia, desvelo ou excesso,

 
A VELHA POESIA ESTREBUCHA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O poema absoluto opera, através do verbo, uma fusão entre o consciente e o inconsciente, tanto do autor poeta, quanto do leitor, que complete o poema, encontrando em

 
POUND: IL MIGLOR FABBRO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Aprendi com Pound uma poética de rigor e a libertação do verso. E o silêncio de Pound, em Veneza (onde estive a rever seus passos como os de Borges em Buenos Aires) era poético.

 
RIMBAUD GÊNIO GAY PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Há uma tendência em vislumbrar uma diferença entre homossexualidade masculina ativa e passiva, como se, na relação homo, o parceiro ativo fosse menos gay.

 
VERBO E MUNDO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Grito de pedra, unguento

de aço e musgo: como o gozo.

Pedra, grito, muro, uivo

 
A AÇÃO CRIADORA DO ACASO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Creio na artística quântica inexplorada. Na arte quântica da palavra e em suas indestrutibilidades mecânicas.

 
V DE VAZIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O vazio é insaciável.

Escórias quietas amam destroços.

Credo é de greda.

 
IMATERIÁLIA VERSUS ANIMÁLIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Se a poesia absoluta é atemática, é imateriália. Não é abstrata, sob pena de ser louca, redundante, pure nonsense, meio decorativa da página, colorífica.

 
AFINAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Começo um texto que não sei o que será. Ou o que não dará. O espírito só fornece o primeiro verso. São duas horas e alguns poucos minutos do dia três de novembro (2016).

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 70

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes