Murilo Gun

Quem está online

Temos 86 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



PoesiAbsoluta
ESPANHA NO CORAÇÃO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sapatos de castanhola

alta dança dos saltos soltos

solas rascantes, golpes

 
NOTÍCIA DO TÍTULO E CAPA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

sobre a coleção de poemas “Kant não

estuprou a camareira (foi firula de Lampe)

e Ler VCA causa AVC

 
EXORTAÇÃO E TRÊS POEMAS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Acabemos todos os infernos

deixemo-los pedra sobre pedra

fogo sobre fogo

 
A POESIA COMO SUSTENTÁCULO DO IMO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

a que ordena o ontem

ou me fará o passado

conheço o céu

 
FRASES DA LUA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Aos músculos amáveis dos cônsules azuis.

Ergo píncaros e alicerces para pássaros.

A vagar pelas escuras comarcas da alma

 
POEMAS DE OUTRO TEMPO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A. Página do poema

campo minado de torpes metáforas.

B. A diferença faz efeito.

 
HARUS PEX PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Das entranhas dos arúspices já se adivinha

clara sombra de presságios.

Do compêndio das nuvens

 
ORIGEM DO ÂMAGO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Levante de metal, manhã farpada

coivaras do amanhecer

aurora dentada

 
CAOS SALVÍFICO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Claridade desabitada ocupa

minha sombra que se alastra

pelos desvãos escusos da alma

 
PALMO DE ALENTO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Coro de seivas inebria

noite dos unguentos velozes.

Átimo de gozo estremece

 
AGAPANTOS E ASFÓDELOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Nos pomares das beiras do inferno

na triste ribeira do Aqueronte

viçam asfódelos, agapantos florem.

 
TÚNICA E PÁTINA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Nimbos que se tornam arbustos.

Estrelas são folhas da relva do céu.

Acredito no espírito que paire

 
DÍSTICOS EM RISTE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Quem esfaqueia o torso dos precipícios

rumores brancos tocaia nas narinas do cume.

Quem ante as muralhas do crepúsculo ajoelha-se

 
A CRÔNICA HOJE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A crônica é um gênero do jornalismo contemporâneo, cuja origem localiza-se na história e na literatura, ou mesmo, na comunhão das duas disciplinas radicais do conhecimento humano.

 
HORIZONTE E BÚZIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

(flashes líricos)

Só o sal é imortal

(e não rima com morte ou cal)

 
POEMA CONCLUSO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Do musgoso  silêncio da Floresta Negra colho

ávidos instantes, réstia de sal entre

copas impiedosas da altitude das árvores

 
ESCLARECIMENTO VITAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Indagam com frequência o por que da tradução do título do livro último (set/2015), Estrutura da Obra para La Structure de la merde.

 
<< Início < Anterior 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 Seguinte > Final >>

Pág. 78 de 83

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes