Murilo Gun

Quem está online

Temos 41 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



PoesiAbsoluta
UNIVOCÁRIA (CÁRIE DO UNÍVOCO) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A involução da linguagem (como o vemos hoje) dá-se quando ela passa do mais metafórico (mais poético) para o menos metafórico (menos poético).

 
VCA: RIGOR DO CAOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Cláudio Véras

Vital Corrêa de Araújo é rigoroso em sua poética que vela e admira o irracional.

 
SEU ÂMBITO É O ÁTIMO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Poeta é o que vai direto ao encontro da

amargura e povoa de coisas nobres mas

frias o ardente desencanto do leitor.

 
ALGUÉM QUEM? PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

às amigas do Facebook

Alguém tem meus cílios leprosos

alguém truncou minhas pálpebras velozes

 
O GRITO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

escrito ontem a ouvir Nora Ney

Sonhei o Grito, uivo de cores convulsas

estampado num céu de girassóis famintos

 
ÁGUAS DO GOZO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

De pedra e espuma a vida.

De efêmeras e macias volúpias o ser.

De clamor em ruína

 
MISSA EM ÃO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A missão mais fútil do poeta

é lutar inutilmente com a palavra

mal amanhã reconheça.

 
POESIA ABSOLUTA E TAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Praticamente, o movimento (movediço e radical, na acepção positiva do termo) Poesia Absoluta nasceu com o livro Título provisório,

 
RIBALTA DE LUZES ALQUÍMICAS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A cena do atanor filosófico, em conjunção explícita com a metafísica do fogo e do uivo, ante toda a glória da água plena,

 
PERSE PERSEGUE CIORAN E CEMITÉRIOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A existência só possui legitimidade autêntica ou

valor se formos capazes de perceber, mesmo

nas dimensões do ínfimo, a presença do

 
CÂNTAROS DE SOM PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Choviam cântaros de partituras

grossas de estrelas anãs

e razias de rãs se se alastravam

 
DIÁRIO EFÊMERO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Ouça o sal, conheça-se

e saiba que a sombra é vil

a projetar vales no vão da vida

 
À SOMBRA PLATÔNICA DA ESPADA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Do rosto infatigável dos sábados

quando chega a febre do corpo que almejo

quando peso aziago e inapelável

 
IMPLICIT PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Antes do id, era a dor.

O não ser não mais é

depois do id.

 
A ESTÁTUA DO TEMPO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Serventia de estátua: wc de pombos e abrigo de lodo iodado, construído úmido.

 
DO LIVRO ERMO E SÚBITO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A uretra do objeto era álvara, embora indecisa... e a verdade escura ainda como o coração da pedra

 
ARTEMORTA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Preciso (é) demolir

toda decoração

com que o sentimentalismo infame

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 2 de 79

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes