Murilo Gun

Quem está online

Temos 27 visitantes em linha

Assista

Admmauro Gomes

Siga-nos



RESPOSTAS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Quarta, 29 Agosto 2018 23:51

Por que escrevo (pratico, faço, urdo) poesia?

Porque vou morrer.

Faço, armo, crio, componho

poemas para quê?

 

Para me compreender, nunca para

ser compreendido.

 

E o leitor? Ele que se rale. Quero

que leitor meu sofra e não dou a mínima, nem

sequer penso nele (nesse tal leitor

o que é isso?) quando poemo. Pois só

penso em mim, não penso em ti, leitor

tolo, hipócrita leitora.

Afinal, detesto leitor!

Por favor não me leia.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar