Murilo Gun

Quem está online

Temos 14 visitantes em linha

Assista

Admmauro Gomes

Siga-nos



MÉTODO VIRAL OCULTO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 04 Setembro 2018 23:08

Observo o torso das minúcias

seus ângulos mais obtusos e escorreitos

as anáguas de seus dados mínimos

preservo sua tênues exatidões.

Procede a deinquisições irreais

quando me inclino ao olvido ou

ao minucioso declive da tarde

dedico alguma geometria

remanescida da solução do poema

de sua álgebra incorruptível.

 

De branco fino labirinto de sal disponho.

Assim inicio a busca do verbo perdido

e o acasalar de substantivos com

inomináveis adjetivos rebeldes

através de laboriosa pátina

lançada sobre minúcias mecânicas.

Antes de tudo, para o bem do poema, sempre

meça a temperatura do inferno

à meia-noite do verbo.

Algo sobre a duração dos anjos

(se obesos e idosos, com cãs ruivas ou não)

o sabor de sons intestinos gráceis

a lisura de suas aves atômicas

de urânio protendido

a lacuna de seus discursos castos

o prazo de validade célica

a cética crença no futuro

o humor da providência

bem como questões cruciais

como a inexistência do espaço

estendido em lençóis mofados

mas confortáveis.

Inclusive, anote algo sobre a questão

de que exista a existência.

 

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar