Murilo Gun

Quem está online

Temos 15 visitantes em linha

Assista

Admmauro Gomes

Siga-nos



TRÊS CASOS (ACUSATIVOS) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Quinta, 04 Outubro 2018 22:55

Se sou pária? Não, sou ímpar.

Ou pária ímpar.

E Pascal, que topou com o vácuo total

e sob o peso do cosmo quase ruiu

e ante o grotesco do céu infinito

apostou em Cristo.

A escolha de Pascal foi uma apostasia.

 

O problema não são as rígidas e pífias

convenções literárias, os códigos

métricos e tais que desprezam os fatos, o

problema maior e grave é o que está

por trás e municia o conservadorismo

estético a toda prova, as bastilhas

ilibertadas e bastiões reacionários

ditando há 130 anos as modas e

os limites da poesia.

Quanto mais, em poesia, desligarmos os sentimentos das palavras, melhor. Anote.

Não sou alcoólatra e gosto de carne vermelho. Viva ou morta. Sou vodkólatra e uiskólatra. Porém faço um astuto rodízio. Um dia bebo só vodka outro uísque. É meu combustível escriturário, ao lado da mãe solidão.  Para não cometer o insaudável erro de beber todo dia, aplico o rodízio acima.

 

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar