Murilo Gun

Quem está online

Temos 20 visitantes em linha

Assista

Admmauro Gomes

Siga-nos



AS ÚNICAS VERDADES PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Quarta, 12 Dezembro 2018 22:46

Quaisquer verdades podem ser facilmente falsas.

Toda verdade é provisória (datada, necessária etc)

ou não é verdadeira. Isto é, toda e qualquer verdade

é pragmática.

 

Aparência também liberta

aparência é essencial nos negócios, na política e no amor.

Não é nada vital a realidade.

 

Busque sempre – em poesia absoluta

ou na vida relativa

sentidos ocultos

não o claro, imediato, falso (trobar clus).

 

A poesia brasileira forçosamente tem de

dar o salto imortal do antimodernismo

(pântano em que se situa comodamente)

à pós-modernidade: largo pulo apodítico.

 

Pior do que ser antemoderno é ser antimoderno.

 

A poesia absoluta é pós-pós-moderna.

 

O fim do início é antes do meio.

Proust receba visitas no leito de luvas amarelas.

 

Ursos de minúcias ou pelúcias finas e pelos vis usas em lances da alma.

 

Âncoras se acautelam dos quarteis encapelados.

 

Carteis profundas das águas potáveis lucram.

 

Vogo presa à terra por velo cósmico.

 

E velas emplumadas de calmaria.

 

Poema: cipoal de palavras, intrincado de metáforas.

 

A querelas carnais a paz do espírito.

 

Cifra é pátria dos tribunais superiores.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar