Murilo Gun

Admmauro Gomes

Quem está online

Temos 60 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Siga-nos



PoesiAbsoluta
Acesse vários links PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

>>MURILO GUN: + de 1.000 fotos e matérias sobre Gun, filho do editor. VCA.

>>POESIA ABSOLUTA: A + nova novidade em poesia. O avanço do novo estilo. Leia mais de 200 ensaios a respeito dessa invenção.

>>Vários livros de poemas como A expensas, O Crepúsculo do Pênis, ID, Hîmen de Mallarmé, Kant não estuprou a camareira.

>>Milhares de textos sobre a verdadeira literatura do 3° milênio.

Leia e consulte e copie deste SITE que divulga a melhor poesia.

>>Leia O MONITOR, jornal com 106 anos de idade, respeitável e centenário periódico. E os editoriais absolutos de VCA.

>>Leia dezenas de números das revistas mais moderna do Brasil: URUBU, SINGULAR, PAPELJORNAL e MONITORANDO.

Contato:  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 
INIMIGO AMOR PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Inimigo amor, a hora

de prosa acabou.

Soeu a pedra, voo não sou

 
NOITES PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Algo nu arrebenta côncava noite
à cintura nua de um átomo ofereço sais do crepúsculo
atra sibila me me aferra a sina surda
 
NOTURNO RUMOR DE MILHO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Pascem em ti jornada e rebanhos

de  manhãs debruçadas dos sais dos seios

passam sobre almas anos descontínuos

 
PEQUENAS AURORAS E GEOGRÁFIA DO VENTRE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Pequenas auroras teus olhos

neles habitando lento cisnes perdidos

deles lua nascente brota do inocentes

 
RECEITA DE POEMA (NÃO DE MULHER) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A poesia pagã (antes do Deus único e que se tornou cristão, óbvio, quântico, ubíquo, ecumênico, embora mecânico) era absoluta.

 
A MUNDANÇA É NOCIVA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

No poema, as palavras não são separadas das coisas, não substituem ou representam.

 
CONTO LÍRICO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

As referências e os sentidos (tais e quais) dos poemas absolutos estão não nos textos (poemas), mas nos leitores (também absolutos).

 
A POESIA NEOPOSMODERNA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Na poesia que chamamos de neoposmoderna, a significação insere-se e revela-se na liberdade da forma (livre).

 
DO SILÊNCIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O silêncio ama retiros

desertos de ermitões, privados infinitos

céus imponderáveis, círculos insones

 
LÂMPADA SEPULTA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Assim me deleito na votiva morte

Ao ânimo corcomido de mim

Este círio vertiginoso me venera

 
A Biblioteca de Vital 2018 parte 1 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
 
ENEÁGONO DE MUSGOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

À passagem involuntária das horas

eu me recolho (insatisfeito furioso)

paciente do tempo, submisso do fluxo, me doo

 
URDUME DE NENÚFAR PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Pão ázimo para rei luzente

de abstrato cetro e trono adunco.

Sal para sede dourada das bestas

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 92

INFORMA GARANHUNS

Jornal O Monitor

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Textos Agrestes