Murilo Gun

Admmauro Gomes

Quem está online

Temos 4 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Siga-nos



PoesiAbsoluta
Acesse vários links PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

>>MURILO GUN: + de 1.000 fotos e matérias sobre Gun, filho do editor. VCA.

>>POESIA ABSOLUTA: A + nova novidade em poesia. O avanço do novo estilo. Leia mais de 200 ensaios a respeito dessa invenção.

>>Vários livros de poemas como A expensas, O Crepúsculo do Pênis, ID, Hîmen de Mallarmé, Kant não estuprou a camareira.

>>Milhares de textos sobre a verdadeira literatura do 3° milênio.

Leia e consulte e copie deste SITE que divulga a melhor poesia.

>>Leia O MONITOR, jornal com 106 anos de idade, respeitável e centenário periódico. E os editoriais absolutos de VCA.

>>Leia dezenas de números das revistas mais moderna do Brasil: URUBU, SINGULAR, PAPELJORNAL e MONITORANDO.

Contato:  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 
A SOLILOQUIAR VOU PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

(Confissões do poeta)

A soliloquiar voo, pássaro sutil

de canto inclinado ao levante

 
SENTENÇAS AZUIS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

(dísticos intestinais)

Pessoas cultuam tardes ou hieróglifos

Algumas são especializadas nos vazios

 
O RITMO VITAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Cláudio Veras

Vital usa em seus poemas o ritmo como fator construtivo, daí a aparente desorganização lógica (predicativa)

 
SOBRE AS HORAS DE DEUS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sobre horas debruçaram-se

hostes do espaço estacionadas

nos ombros de Atlas

 
OUVIDO DE BÚZIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

É ofício do búzio ouvir

mares e lamúrias

(e desenhar presságios

 
RECEITAS ON THE ROCKS PERFEITAS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Troque ócio por verso

rama por vício

e cure com poesia

 
INCÊNDIO NU PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O futuro está no escombro

(que vive das obras dos homens)

respira como a rosa dos detritos

 
GRIFOS MEUS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

ao árduo cristal, o infinito

à álgebra azul da equação cósmica

às galáxias, a seus átomos e cores

 
TRÊS POEMAS DE 2011 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Nos papiros que a pedra pômes aperfeiçoa

está escrito (maktub) que aos poetas

serão concedidas coroas de dores

 
POESIA RUMOR DE CRISTAL E CHAMA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Vital Corrêa de Araújo

A poesia que se decifra na paixão pela palavra também se exprime no prélio entre cristal e chama, entre diadema e pássaro,

 
VIOLINO DE PUNHAIS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Rigor de azul e de horizonte.

Lá onde rosna minha solidão

está a dor

 
OFERTA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Há gotas de rócio

joias suspensas num escrínio úmido

(pepitas da bateia natural do paraíso)

 
POEMA DE VIDA E MORTE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Do urdume intacto da hora

vem a trama, o novelo

que entranha a vida

 
GOSTO SE DISCUTE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Gosto de mocinhas macias

(como maçãs vermelhinhas)

e de calcinhas de úmidas moçoilas

 
CÁLICE DE CULPA E SAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

ANGÚSTIA DE CUTELO

Quem imagina

da angústia do cutelo

 
CREDO DE LEZAMA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Eu creio que a maravilha do poema

seja chegar à criação de um corpo, de uma

substância resistente e encravada gozosamente

 
CREIO EM LEZAMA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

EXPLICAÇÃO VITAL

Quando mestre Sábastien Joachim decretou que a minha intenção é derrubar o significado não quis dizer que desvalorizo

 
DOIS POEMAS PERDIDOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Último alento, frágil gaze, seda dissoluta, apanágio

extremo, unção da ida perpétua, estreita passagem ao fim do nada.

Não tornei, perdi, abandonei entranha, ácida

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 64

INFORMA GARANHUNS

Jornal O Monitor

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Textos Agrestes