Murilo Gun

Admmauro Gomes

Quem está online

Temos 3 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Siga-nos



PoesiAbsoluta
Acesse vários links PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

>>MURILO GUN: + de 1.000 fotos e matérias sobre Gun, filho do editor. VCA.

>>POESIA ABSOLUTA: A + nova novidade em poesia. O avanço do novo estilo. Leia mais de 200 ensaios a respeito dessa invenção.

>>Vários livros de poemas como A expensas, O Crepúsculo do Pênis, ID, Hîmen de Mallarmé, Kant não estuprou a camareira.

>>Milhares de textos sobre a verdadeira literatura do 3° milênio.

Leia e consulte e copie deste SITE que divulga a melhor poesia.

>>Leia O MONITOR, jornal com 106 anos de idade, respeitável e centenário periódico. E os editoriais absolutos de VCA.

>>Leia dezenas de números das revistas mais moderna do Brasil: URUBU, SINGULAR, PAPELJORNAL e MONITORANDO.

Contato:  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 
DOIS POEMAS DE JANEIRO (2010) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Rompi, cortei mares com o tênue da mão

levantei o sol dos círios amarelos

(abri suas pálpebras ígneas, líquidas coivaras pardas

 
SE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

(poema contrakiplings)

Se a engrenagem branca é o que perdura

(e nos ocos e mecânicos altares ora)

 
A PALAVRA FRAGMENTADA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A cítara crepita

emudece o cisne

incrementa o touro

 
PIEDADE BOVINA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

a Gerardo de Mello Mourão

Do acre umbral do matadouro (de olores escuros, pútridos)

ossos condecoram visitantes

 
DIAS DE CHUMBO E IRA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

À plúmbea tristeza

ao tempo que eles mataram

ao túmulo da utopia

 
ESTOU PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

(MEDITAÇÃO DE PEDRA)

“Isto que vês, engano ledo e puro

que, ostentando da arte esplendores turvos,

 
MEU CORAÇÃO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Meu coração está ébrio e delira

navegando pelos escolhos da tristeza

na busca de qualquer porto bêbado

 
CÍTARA ÁRTICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Cítara abstrata

empilha pedras

óbices arranja

 
MEDITAÇÃO DE PEDRA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

a Saint-John Perse

das cinzas do triunfo eu me lembro

(e do crematório dos feitos e das vezes)

 
(D)O SILÊNCIO COMO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O silêncio (se) consome

como grito ou sombra

gasta o gesto

 
CONFISSÃO ALTERIDIDÁTICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sinto-me causado por elementos sem corpo, ar

de que o devoto e sôfrego fogo necessitar

para fender a pedra chama líquida

 
ESPANHA NO CORAÇÃO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sapatos de castanhola

alta dança dos saltos soltos

solas rascantes, golpes

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 73

INFORMA GARANHUNS

Jornal O Monitor

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Textos Agrestes