Murilo Gun

Admmauro Gomes

Quem está online

Temos 36 visitantes em linha

Assista

Siga-nos



7 POEMAS CURTOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Segunda, 31 Outubro 2016 22:30

A corça e sua sombra

de ágata branca.

Imenso vômito

de claridade embebe

 

 

toda a cidade: amanhece.

 

O vinho da palavra

chama-se metáfora

sua embriaguez poesia.

 

Há vagas para máquinas.

Não há vagas para homens.

 

Ilhado de ódio, só uivos

de claridade entre as grades.

 

No silêncio mineral

o azul cinzelado.

 

Seios: rijos deuses redondos

para o culto alpino do lábio

canções de carne que mordem a boca

e encantam

a alma da mão.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar