Murilo Gun

Admmauro Gomes

Quem está online

Temos 84 visitantes em linha

Assista

Siga-nos



SOMBRA DO BARRO OU O QUE RESTE DA MORTE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Segunda, 08 Janeiro 2018 22:15

O que sobre do barro, sombra

a carradas leve paulatina em breve

em inefável caravana por senda escura para

o túmulo do tempo em aleluia.

 

Para além de tênue sepultura, voe

sopro que a morte abandone

feito pássaro fúnebre assome

a cimos lentos que noite modele

com veloz minúcia e atenta intenção.

 

Vai-se rosto no vórtice supremo

no mármor eterno fique apenas

traço fugitivo de raro aroma que

memória preserve com usura.

 

Até que incerto rumor corrompa

puras vozes da espera

e da argila que reste treva esculpa

as frias legendas de sua injúria.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar