Murilo Gun

Admmauro Gomes

Quem está online

Temos 50 visitantes em linha

Assista

Siga-nos



SOB IMPACTO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Segunda, 14 Maio 2018 18:39

Sob o impacto dessa leitura invencível (fruto da insurreição solitária que o estro profundo propicia), acordo que o trabalho dos poetas é como o dos lírios

(semeados no campo da página, essa carne de alma): gratuito, venturoso, belo, sobretudo produtivo, no sentido de produção direta do espírito, e voltada para o conhecimento de si e do outro, dirigido ao enriquecimento da afeição humana pela vida (das aves, das pedras, do criado).

 

 

ETÉREA CONDIÇÃO

Em Odmar Braga, poeta, assistimos a poesia tocar sua condição (gêmea) de música, sem sacrifício de um átimo de sentido, dicção poética ou som. O poeta sabe, como Eliot, que “as palavras são talvez o mais difícil de todos os materiais da arte, pois precisam ser utilizadas para expressão de beleza visual (vide Sílvio Hansen) e sonora, além das óbvias obrigações gramaticais”

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar