Murilo Gun

Quem está online

Temos 24 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



PoesiAbsoluta
Acesse vários links PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

>>MURILO GUN: + de 1.000 fotos e matérias sobre Gun, filho do editor. VCA.

>>POESIA ABSOLUTA: A + nova novidade em poesia. O avanço do novo estilo. Leia mais de 200 ensaios a respeito dessa invenção.

>>Vários livros de poemas como A expensas, O Crepúsculo do Pênis, ID, Hîmen de Mallarmé, Kant não estuprou a camareira.

>>Milhares de textos sobre a verdadeira literatura do 3° milênio.

Leia e consulte e copie deste SITE que divulga a melhor poesia.

>>Leia O MONITOR, jornal com 106 anos de idade, respeitável e centenário periódico. E os editoriais absolutos de VCA.

>>Leia dezenas de números das revistas mais moderna do Brasil: URUBU, SINGULAR, PAPELJORNAL e MONITORANDO.

Contato:  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 
E MEIO DIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Meio-dia joga lampejos

na silenciosa pele da planície

e enrubesce dorso da ardilosa avenida.

 
FLUXO VITAL DE INCONSCIÊNCIA EM ATO 2 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

1.Excavo (com x, pois o objeto é o id), além das impassíveis escavações, que faço, dia sim, outro não,...

 
A Verdade Poética PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A ficção é mentira. A poesia, fingimento das palavras. Tudo é ilusão e a rede Maya é cerrada filtra, o que não é material, prosaico, mundano, visível, intranscendente.

 
À MÃE NOITE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

À mãe noite, indevassável e inteira

como um punho, uma rocha, como o céu

a que concede vidência e delírio

 
A POESIA É NOTURNA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

à noite material da alma

à noite primal da poesia

Indizível felicidade me traz a noite do Retiro.

 
ROSTO DA NOITE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Mostra teu rosto, noite derrotada

de ambiguidade percorrida e de sendas sinuosas farta

cheia de rotas ermas e mortas a noite rosna

 
OFÍCIO DA SOMBRA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Lavro a noite na alma

a horta do espírito é escassa

abandonar a luz, eis a unção

 
HINO A NOITE (SEM CRASE) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Hino da noite á luz nua da lua, velado o nome

e a voz a ti devida desmascara a vida

retine metal dos vocábulos, demole ecos do caos

 
SÓ AS PAREDES CONFESSO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Pertenço a algumas academias de letras (pois são quase infinitas), embora me seja impróprio frequentá-las em face de viver em modo de solidão.

 
LAMENTOS ESQUECIDOS OU SENDO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Lamentos do destino não mais ouças

leitora à beira funda do desespero

do destroço da sina outra se erga

 
FORMA/CONTEÚDO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

É vital a dicotomia forma/conteúdo, distinção meio que arbitrária da lógica metafísica, que a dialética supera, para dar-se sentido à Poesia Absoluta.

 
Escrínio Alto PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A riqueza, que o poeta Admmauro Gommes carrega, consiste no tesouro de palavra que ele refina com acuidade, com apuro constrói,

 
MINHA POESIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Minha poesia é desconforto impune, o desvario da palavra nela se instala sem trégua e com toda a infâmia que a hesitação e o ignoto destilam.

 
AMO SEIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

(AMAR-SÁ-LOS) VCA

CEAR NO SEIO, SEGUNDO OSMAN SEGUNDO

Sou um ser diferente

 
RIBEIROS DO CÉU INACESSÍVEIS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Nem toda ribeira leva a Deus.

Todo temor amanhece.

Sombras também tem o céu.

 
SUA ALMA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Os intestinos do sol a noite crua crema

e sua incúria ensombrece a vida

sei pela poesia a força visceral

 
LUZES SANGUÍNEAS ENIGMÁTICA CINZA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Do espelho do silêncio ouço teu rosto

de rosa em fúria mística – e duradoura

(como o ouro ou a chama).

 
SOLIDÃO EM AÇÃO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

(Junte sua fértil solidão a outras)

Interferências, medíocres ou não, prejudicam o poema.

 
IRREFLETINDO MUITO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

VCA, no ápice do silêncio

no Retiro das Águias – Água Preta

(mosteiro selvagem verde)

 
SIDO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sou um nome qualquer

e uma pena

multiplico máscara e rosto

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 47

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes