Murilo Gun

Quem está online

Temos 34 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



PoesiAbsoluta
NOVOS APOTEGMAS SOBRE IRA (SORRIA) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A ira é o dom dos raivosos.

Embora ira cure, sua posologia mata.

Embora não seja frígida, não é prescritível.

 
GERAÇÃO POESIABSOLUTA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Já se detecta, adverte ou ensina o professor, poeta (absoluto) e crítico literário, Admmauro Gommes,

 
POEMA WALDEMAR LOPES PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Vital Corrêa de Araújo

Há uma licor de palavras

cheio de lumes e seivas

 
DE VENENOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A alba é venenosa. Ofídica, nada pressurosa.

E como rosa se vai

como rosto corrompe-se

 
PENSAMENTOS INDOUTOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Encontrei uma geometria azul numa tarde de maio comum. O termômetro da Santo Antônio em dígitos astigmáticos indicava 21 graus célsius.

 
MISTÉRIO DA POESIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O mistério da poesia somente se engasta na página (papel ou alma) com o selo (ou saliva) da metáfora,

 
A UMA NOVA POESIA A UM NOVO FRISSON PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Uma nova poesia acende a dúvida

(ergue-se qual fênix moderna

das cinzas das palavras velhas

 
NOTAS ALGO LÍRICAS (OU SORTE DE MEDITAÇÃO) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Só vivo quando não escrevo.

A nudez dos dedos é adorno para seios nus.

Quando mais eretos, mais suaves seios.

 
VITAL QUESTÃO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Qual a cor do limbo?

O limbo é branco ou vermelho fogo

encarnado puro ou branco pálido?

 
PODRE UTOPIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Utopia desprezada, desacreditada. A utopia está enferma, é o cadáver insuperável de nossa hora. Quem dum remoto futuro foi rainha...

 
SAL DO SILÊNCIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Caminho esmo, erma sina, os meus

toda ondulação silenciosa da alma sinto

toda ambrosia do corpo bebo

 
EMPREITADA TEXTUAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

JORRO DO DIA (DIGO, DO ID)

OU TEXTICULOS DO IMPOTENTE ACASO (DIGO, OCASO)

 
IR AO VOO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Até ao longe azul voo.

À umbilical altura vou. Sem que

nenhuma claridade me capture o espírito curvo.

 
DITAME NOTURNO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A noite-mãe é quem dita o poema.

Maternalmente, acolhe a palavra

o útero verbal é ameno.

 
A POÉTICA DE FRAGMENTOS DE VITAL C. ARAÚJO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Cláudio Veras

O poeta mergulha na bateia de imagens da verdade incompreendida, do sentido perdido das palavras banalizadas,

 
SOBRE MISTÉRIO E COMPREENSÃO DE POESIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

As palavras poéticas montadas em sintagmas velozes como cavalos filológicos e selvagens (ou soltas na hara da página),

 
A NOVA NATUREZA DO HOMEM PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Compomos uma sociedade tecnologizada, cuja característica aparente principal situa-se no âmbito da difusão e produção de imagens e informações.

 
SETE DITAMES DE BAUNILHA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sílabas de pássaro voam

hiatos de marfim brancos.

Quantas maçãs impunes

 
ID USINA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A verdade, a beleza, a estética, o real perfeito ou perfeição real da existência, tudo acontecendo de pronto ao redor do sujeito que somos...

 
BUSCA POÉTICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Se a busca da poesia absoluta é para integrar leitor à irrealidade, isto é, afastá-lo do imediato real ordinário, falso, aparente, imutável, ela é,

 
VISÃO VITAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A portões de nuvens do Olimpo poeta chega

acessa o vestíbulo e o vislumbre

adentra paço de Zeus cativo (de Hera)

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 6 de 44

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes