Murilo Gun

Quem está online

Temos 63 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



PoesiAbsoluta
O POETA VITAL PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Cláudio Veras (de Heidelberg / Alemanha)

 
BULA DE MULHER BÍBLICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sítio de bálsamo teu rosto

face residências de incenso

ou metades indecisas de maçãs

 
MARIA CRISTINA CAVALCANTI, CÉSAR LEAL E BLAKE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Desde que assisti, no apartamento de Deborah Brennand, a César Leal e Maria Cristina Cavalcanti de Albuquerque abraçados à tarefa de traduzir O tigre de Blake e Leda e O cisne,

 
CRIAÇÃO: CARÁTER ABSOLUTO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O que caracteriza, colocando-o, num patamar inédito, o poeta absoluto, é que o poema por ele produzido em composição livre de regras anacrônicas

 
ROSA DE PEDRA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Rochas circulam em meu sangue

de cães raivosos, as pétalas sabem

das rosas mais urgentes

 
ANTE A MORTE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Na igreja esquerda do verbo

no resto  da página o peso

dos sinos, a náufraga nave

 
TODO TODA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Toda mordaça de grito

todo pecúlio de silêncio

e a saliência do infinito

 
POEMAS INGENTES PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O desejo nunca morre, nem o poema.

Aprenda geometria lírica

com os instintos urbanos de cimento arquitetado.

 
A REGRA DE RIMBAUD PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A mãe de Rimbaud, indagou do jovem poeta, assustada com as incompreensões que ele escrevia: o que você quis dizer, filho, num determinado poema?

 
UTOPIAS ESGOTADAS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Amiga, ao dares costas ao mundo, instala-se

a pústula e o verme se achega ao espírito

atraído pelo odor a santidades breves ávidas

 
UM OLHAR DE PALAVRAS SOBRE OS SEVENTIES PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Quarenta anos nos separam de um tempo em que os signos dominantes eram os BEATLES,

 
UMA SINGELA IMPRESSÃO SOBRE ESTRUTURA DA OBRA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Marcondes Torres Calazans
Fez-me um ser absoluto o livro “Estrutura da Obra” do escritor e poeta Vital Corrêa de Araújo,

 
(IN)EXPLICAÇÃO DO POETA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

A expressão é individual, daí o estilo cabralino e drummoniano. Os que se metam a poeta e imitem, glosem, rimem, contem  versos nos dedos, esses não têm “estilo”.

 
ELOGIO DO SEIO ELEGÍACO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Era ela alta de seios férteis

seios atenciosos e sólidos (mamilos vermelhos)

à sanha de meus dedos dedicados

 
EITOS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Sempre coloco sal no solstício

e aveias na véspera à espera

de qualquer ressurreição do silêncio

 
NADA TUDO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Tudo o que oblitera o frio

tudo o que desteça ou retorça o frio

tudo o que não principie sem o verso

 
SOBRE POESIA NOVA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Não se trata da busca do sentido perdido (ou abrir a vital arca do significado),

 
VIDA DO VERBO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Vive de fantasias o verbo.

E detesta o óbvio.

O verbo sonha o poema.

 
OSSOS DO SILÊNCIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Côncavos ecos brotam de búzios cristalinos

infinitesimais delírios aliados a náuseas

do espírito com lapsos de loucura se irmanam

 
CADÁVER ADIADO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Perfure fragmentos de brilho

com ótica clava sonâmbula e obtenha

diafragmas noturnos para o coração da lua.

 
TEXTO DE 28.04.2016 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

São três da manhã, desde as uma procuro o sono (até debaixo da cama),

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 5 de 11

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes