Murilo Gun

Quem está online

Temos 33 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



APELO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Não me entendam, por favor.

Se não me entedio.

Meus poemas não são pour épater... e nada mais.

Ou menos, tanto faz.

 

Faço poemas paramim (o outro mesmo).

Primo entre os pares fluo banalmente

com a palavra em haste

erguida contra céu em riste.

Sem deméritos comigo mesmo

e sem benemeritismos inóspitos.

Ou hipócrita beneficentismo.

 

A prima face do meu poema doo a Narciso

premier dos príncipes lacustres.

 

O que cortou o rosto

com cacos de água.

 

Adendo: apelo aos Correios para que aceitem cartas de suicidas sem selos.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes