Murilo Gun

Quem está online

Temos 16 visitantes em linha

Assista

Admmauro Gomes

Siga-nos



DE CRISTO A PÃ PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Quinta, 14 Março 2019 20:28

Gólgota, lenho da dor, gerou a cruz

cujo destino era o Calvário ou o Amor?

Eis a última pedra, o sopro ósseo

o tremor pânico, o caos da dor

eis que se lança o escuro alicerce

do sepulcro da manhã

(e para sempre jaza a primavera sepultada).

 

A manhã morreu, grita o novo Pã:

estou vivo, se foram as manhãs

na eternidade enterrei-as (a todas

sem remorso ou exceção).

Envenenadas pela diva cicuta de Sócrates.

 

Noite eterna a barba de Pã cofia.

 

 

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar