Murilo Gun

Quem está online

Temos 13 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



ROSA DE PEDRA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Rochas circulam em meu sangue

de cães raivosos, as pétalas sabem

das rosas mais urgentes

que gritam em minhas veias

jazidas de urros ou jardas de silêncio culpado

não acalmam o mundo

nem os suplícios ou as paredes impedem

as devastações humanas

só as almas aos borbotões

ou as adormecidas mucosas do tumulto

hão de levar a verdade ao homem.

O saibro do espírito feito de lua

e lenha da lei de Deus

o lume da água, a seiva da dor

o barro do verbo hão de fazer

a humanidade sonhar de novo

a Marx e Engels

 

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes