Murilo Gun

Quem está online

Temos 35 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



VISÃO FINAL (DEFINITIVA) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

À mãe derrotada da bastarda vida

Vejo hospitais esclerosados agonizando, úlcera

das enfermarias alastrando-se

chegando rápido o oxigênio da agonia

anônimas dores dispersas no brancos corredores

leitos em desalento, tubos entupidos bocas

seringas injetando infames vidas

(apenas adiando o cadáver

e aumentando o lucro hospitalar)

lençóis desfalecidos, rios

de vômitos, oceanos de uivos crescentes

dos infortunados pacientes

alma submersa na tinta dos holofotes

respingando nas camas

e ovários da uteí

no bloco da água escura a morte esperando

a última entediada agonia, o sopro extinto

entediada esperando o sinal negativo

a luz horizontal do linear painel

a luz verde e fria do fim abrir

o escabroso caminho

a estrada do confim já iluminada

horrorosa trilha com cetins do inverno

ornada com perícia final de bisturi

a passagem crua flanqueada

ao desastre do ser aberta

à veia do vazio absoluto (como último poema)

o naufrágio das cãs

no sulcos acres do morto constatada.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes