Murilo Gun

Quem está online

Temos 86 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



SER E APODRECER(-SE) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

à morte, potência maior da vida

e realização final do homem

A volúpia do ser é morrer (última rima vital).

O êxtase da vida morrer.

Perspectiva do tempo a morte.

O começo do vazio da eternidade a morte plena.

Hora da morte auge da vida.

O tempo é a morte.

O homem se projeta na morte.

A cova é outro útero. Mais fundo.

Maior. Eterno.

Morrer é ilhar-se (para o ser apodrecer em paz).

E não mais olhar-se.

 

Estoica ou cristã morte é a mesma.

Morte. (E norte da vida). Incerta e certa.

Trânsito definitivo.

Parte indistinta da vida.

Algo que se (nos) completa.

Complemento radical da vida.

Outra e mesma esfera.

A morte é tangente à vida.

Fruto da igual geometria da vida.

Filha do mesmo geômetra Deus. Fiel.

À vida e à morte. Irmãs Nele.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes