Murilo Gun

Quem está online

Temos 48 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



NÃO SEMPRE PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Não quero sombra nem domo

nem os gânglios dos centuriões romanos

busco íngreme aprumo


entre laços da planície

capitólios não me encantam

não me encantam minúcias de ápice

penso cobrir-me com sacrílegas pocilgas

e curar pensamentos atando

feixes de metafísicas alçados aos ombros.

 

Penúria e cômoros

não me atraem o olho ou o sonho.

 

Pasta o destino em minhas veias curvas

pletora de infinidades me alicia sempre

a rota de mundos derrotados

o crime do pântano dos sentidos

instrumentos da náuseas noturna

ou levante do idiota dia sempre às cinco horas

estirpes que se repartiram

como cristais nervosos e exatos

nas estilhaçadas artérias do tempo

na liquidez impune das horas.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes