Murilo Gun

Quem está online

Temos 27 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



NESSE JARDIM INSUSPENSO E BOBO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Nesse jardim esmaecendo ainda

rosnam  rosas sonhadoras

e flores arrulhando esparzem

pólens multicores (lindonos)

em cavas túnicas de pétalas

separadas das sépalas

entre borboletas esmeraldas

esmerando-se no garimpo do néctar

eflúvios de sêmens florais lançado

de crisântemos noturnos ágeis

de lírios nus e magnólias estranguladas

ou cravos funebrizados

nesse jardim de favos inférteis

e louco trabalho de ágeis abelhas fúteis

nesse jardim de jade e carbúnculos

onde camélia é puta

e o brilho da aurora insulto (ou aroma)

ao falo do sol em pleno levante

oblíquo de lasciva luz em cio

até o sal último da criação

desmoronar como os muros de areia

das torres de Babel. Ou papel.

 

Nesse jardim a sedução vital

a coerção original

todo o despudor de Deus

ao criar o reles homem

prestes a destruir o Todo

com ínfera perfeição.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes