Murilo Gun

Quem está online

Temos 21 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



VIVA A PENÚRIA E O DESODOR PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Toda a sequidão do ser serve (a quem?).

O árido é furioso. Funesta face seca.

A crueza da luz. Não impede a sombra.

Os filhos gozosos do céu sumiram.

Os anjos foram exterminados (um a um, todos).

O prazer embosca a sede.

Rumorejam ruas perdidas.

Peregrino do vazio deserto o poeta.

Vivo uma alegria viúva.

Meu coração transborda de muros.

O amor morreu. A dor nunca.

 

Amo o vazio (azul ou não).

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes