Murilo Gun

Quem está online

Temos 17 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



CÉU ABERTO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

 

A cada saliência do silêncio

a cada caliça que do grito escorria

a cada lento alicerce pulsando

em cada edifício estabelecido

 

o vinco entre os silêncios vazado

a lua entre hortaliças colhida

os estandartes das sombras cerrados

a morte cimentada no ser

as janelas do limbo abertas

aos retardatários de Deus

os protestos obliterados

as condições reinventadas

revogadas as convenções da morte

 

eis que a vida não se esvazia.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes