Murilo Gun

Quem está online

Temos 12 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



DIDO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Dido é aurora feita de fumo e dor

é ardência de treva, injustiça de longe

impuro fruto do amor (sem pena).

Dido é a madrugada que me alaga

é a ventura que me viola

a abandonada bela (e salvífica)

é irmã do meu tormento.

 

Eis o ardor do meu destino

Didoabandonata.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes