Murilo Gun

Quem está online

Temos 21 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



CULTO RURAL À VIDA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Cultivo a noite, cultuo a solidão: sou poeta.

A noite me conduz a verso claro.

A nitidez da noite lúcida me leva a mim.

Poemas noturnos lego ao futuro

que não é diurno, que é árido e fértil.

Por deslumbrantes corredores do ser

sigo labirinto a labirinto até a mim mesmo.

Ariadnes me guiam com seu fio vital e fundo.

 

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes