Murilo Gun

Quem está online

Temos 16 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



PORMENOR DE TERREMOTO - (OU RUMOR DE FERRO) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

O meio-dia é pleno de sombras

que do trote da luz se geram

e pelos prados do céu da página

se completam.

 

O meio-dia é esférico como farinha

e composto por arestas de luz e castelos de evas

(como açúcar ou cônico osso de Cervantes).

 

Nenhum meio-dia é pleno, no entanto.

Nenhum meio-dia é curvo sobretudo.

 

É melhor, muito melhor e mais saudável

leitor elementar

não ler Poesia Absoluta.

Porque para ele é inutilidade sem graça

complexidade barata.

 

E é esférico como o tempo o poema

(que a leitor ridículo detesta).

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes