Murilo Gun

Quem está online

Temos 65 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos

Textos Agrestes



SETEMBRO MORREU. PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Suicídio dos meses se repete

com minúcia e destino

seus funerais

são o olvido

o esquecimento dura duas moedas

tem duas faces, dois instantes

(o do fim e do renascer sem mim).

 

Setembro teve beijos laicos, longos orgasmos

turquesas, lábios de rubis, cofres amados desejos

e certezas que também morreram.

Cinzas de setembro espalhem

sobre tua alma trêmula

sobre tuas sinas cegas.

Setembro foi dissabor, prêmio

doçura nua, travo

amaros urdires das horas

desânimo, vitória.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Instagran Usina VCA