Murilo Gun

Quem está online

Temos 20 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos



APTO BRILHO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Ela via muro saqueado de musgo

respiração do bolor, vândala

tibieza das coisas totalitárias (acerando o macio)

objetos acantonados à beira da natureza morrendo

reflexo do sol filtrado por árvores alemãs

coada pela tarde declinando inclinada na relva de pedra nua

réstia efêmera do sonho solar já estiola.

A agonia das metafísicas noturnas desatada

pela fenomenologia das trevas escoando filtros de orvalho

ela via noite espúria estatelar-se

ante estábulo de prata da aurora.

Apto a alojar cavalos do sol

ajaezados de lampejos viris (mas inúteis)

brilho vândalo dos ângulos cremados

desacatava o instinto.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Textos Agrestes