Murilo Gun

Quem está online

Temos 45 visitantes em linha

Enquete

O que você achou do nosso site ?
 

Assista

Parceiros

Admmauro Gomes

Siga-nos

Textos Agrestes



SOMBRAS DA DÚVIDA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   

Todo trabalho do poeta, toda

atividade poética (isto é, criadora

inovadora no sentido de sobrepairar

a banal passagem cotidiana (humana)

comerciária de abjeta usura)

é para chegar ao sentido do ser

não sentido particular de qualquer leitor ou coisa

sentido do ser humano

 

Poesia, mero produto de saltos suicidas do acaso

das palavras que assomam à linguagem

sedento do poeta faminto de imagens destras.

 

Poesia tem duas características básicas (ou anímicas):

não é lapidar nem cristalina (é viva humana) além de nunca ser

exemplar. Magnificente. Bela. E outras bobagens (da prosa).

Não confiem nela, nem a tomem nunca

como exemplo edificante de nada.

Na poesia não há edificação

mérito, construção moral

emoção humana, epifania, dor

apenas poesia.

(sobre o autor, pelo autor)

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

INFORMA DIGITAL

Revista Urubu

Singular

Papel Jornal

Jornal O Monitor

Instagran Usina VCA