Murilo Gun

Quem está online

Temos 9 visitantes em linha

Assista

Admmauro Gomes

Siga-nos



Diversos
DEPRESSÃO POÉTICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Quinta, 10 Outubro 2013 19:52

O que deprime a poesia é a trivialidade do verso. Como se poesia fosse verso (e não anverso). Como se o ato físico (e aritmético) de fazer versos (usando trena, ábaco, cálculo) fosse o poema (a razão de sê-lo).

 
POIESIS FAZER PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Quinta, 10 Outubro 2013 19:24

Poiesis(sentido etimológicoàpoieoo (grego)

significa fazer, fabricar.

A estrutura discursiva da linguagem referencial

(a dos contratos e negócios amorosos ou não)

- que deriva da infraestrutura econômica ou da sobrevida humana

predomina. E contamina (efeito marginal)

a linguagem poética (original). Corrompe. Deturpa.

Só a poesia salva. O ser humano essencial.

 
POESIA ABSOLUTA: CONCEITO E PRECONCEITO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 01 Outubro 2013 21:45

A poesia absoluta, cujos delineamentos e primeiras tentativas de conceituação vieram da Alemanha, com o Prof. Cláudio Veras, a que dei continuidade e alimentei com poemas o processo, e o Prof. Admmauro Gommes – da FAMASUL deu coerência final e levou a debate, entre alunos e professores das Faculdades da Mata Sul, não é uma oferta, é uma conquista.

 
DESENHAR O MUNDO COMO DESIGNE OU DESÍGNIO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 01 Outubro 2013 21:44

Cláudio Veras

O mundo, de fato, é um só, porém sua unidade deve ser encarada como uma disposição (as coisas como são ou como se nos apresentam) e não como um desígnio (as coisas como o eu as distinga, como eus e outros as foquem, como leitor modele, esclareça, aceite, isto é, de modo peculiar).

 
POESIA ABSOLUTA: (IN)EXPLICAÇÃO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 01 Outubro 2013 21:44

Cláudio Veras

 

A Poesia Absoluta provém de um pensamento emaranhado, tal como o demonstrou o Prof. Admmauro Gommes, no livro A estranha poesia de VCA (edições Bagaço/Ideia).

 
<< Início < Anterior 11 12 13 14 15 16 17 18 19 Seguinte > Final >>

Pág. 14 de 19