Murilo Gun

Quem está online

Temos 40 visitantes em linha

Assista

Admmauro Gomes

Siga-nos



LinkLoko 1
ALGUNS DADOS REFLEXOS SOBRE PÊ JOTA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 06 Agosto 2013 20:25

É preciso bosquejar, flagrar logo um caráter supérfluo e redundante desta dita revista PJ. Que anela hostilidade ao bem estático estabelecimento poético brasileiro satisfeito e equilibrado (em quê porquê?). É necessário flagrantear dois caráteres de PÊJOTA. Um que prima pela incoerência positiva (quer ser azarosa não legendária, promíscua, não deletéria). Outro: é um revista sem fé na poesia atual.

 
ALGAROBA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 06 Agosto 2013 20:19

ALGAROBA, como o pardal, são pestes. Vieram de fora, são ets do reino vegetal e animal. Transplantada do Chile e do Peru, em 1940, a algaroba veio em função do potencial de produzir madeira, lenha e forragem (para o gado). Delmiro Gouveia foi o introdutor. O primeiro pé foi transplantado para Serra Talhada e começou a distribuição de mudas como uma política pública útil e salvacionista. Por ser uma planta meio xerófita, sobrevive com pouca água e tomou o semiárido. Hoje ocupa mais de um milhão de hectares no Nordeste.

 

 
A POESIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 06 Agosto 2013 20:18

A palavra anima a coisa

(não a alma)

retrata-a mas completa

desvenda-a e oculta

recebe-a e escande

oraliza e substantiva

adjetiva e adverbializa

a coisa

a poesia.

 

(contribuição para o laudo

tanatoscópico do verbo)

 

 

 

 

 

 

 
A POESIA MODERNA COMO REFLEXO DO ID PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 06 Agosto 2013 20:17

É isenta de forma (fixa), é metamorfose ou disforme, tem a forma por vir, é protêutica (como Proteu, adquire forma que lhe sirva). Renuncia ou desdenha dos princípios que norteiam a poesia bem comportada do superego. Por isso é anárquica, maleducada, brusca, um pouco má até, inconveniente sim, para milhões de leitores habituados com as baboseiras prosaicas de sempre (arrumadinhos de rima, facilitário do entendimento, capricho métrico, ábaco sempre repreendendo o espírito e calculando as medidas da página, combatendo a desmesura e o pé quebrado, pois a clínica ortopédica da palavra fecha nas emergências).

 

 
A NOVA POESIA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Terça, 06 Agosto 2013 20:14

O mais extraordinário salto de qualidade de que decorre uma nova síntese no processo de evolução cultural, no âmbito da arte em geral, revolução estética, que influiu consideravelmente nos campos social, psicológico e científico ( e setores tão distintos como arquitetura e filosofia), ocorreu no início do século XX.

Século XX que não começou, como se diz, no final da primeira guerra mundial. Iniciou-se com Picasso.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 9 de 12