HAICAIS VITAIS Versão para impressão
Escrito por Administrator   

Rosa qualquer úbere

nobre botão abre

do úmido e fêmeo regaço.

 

Fuga do aroma

pela narina da hora impede

poesia sem demora.

 

Velozes desenhos verbais

tipografuras e fotografuras atende

poeta de terceto entrementes.

 

(Três haicais a Admmauro Gommes)

 

Luz da relva abre

como manhã poeta

com lâmpada haicai.

 

Vitral de orvalho

prisma d’água

úmida geometria da palavra.

 

Desde céu pedra

desde nuvens e aves

poema estremece apenas.

Há não sucessão (de palavra) em poesia

(de paisagens, passagens, sentidos, afeições).

Há sucessões simultâneas.

 

Caminho escuro só

olho do crepúsculo sabe

noite percorre.

 

Ouça trêmulo sino de campânula

anúncios de jardins natais

som e cor nus como rosas.

 

Estoica tarde

ante montanhas noite

crepúsculo de pedra.