ROSA RUINOSA Versão para impressão
Escrito por Administrator   

Os olhos de Borges não eram

dignos da luz dúbia do mundo.

A pálpebras da rosa

era exata e rumorosa

e marcessível

quase etérea.

 

Poesia é o arbítrio do pensamento.

Acrobata sintático da imaginação.

 

Ouse, use o barro da imaginação

modele poema contra mundo legível

e leitor idólatra.

Prá não dizer idiota.