PARA CATIVAR A FEBRE (BÔNUS) Versão para impressão
Escrito por Administrator   

É tempo de anjos arruinados.

As glórias se acabaram.

O estoque de verdades baixou muito.

A realidade já não basta.

Viver não é mais conferir

profundidade às atitudes e defeitos.

É tempo de cones tristes e ícones castos.

É chegada a hora da febre interior.

Os vertiginosos limites inultrapassáveis.

Leve umidade à concorrência do tempo.

Pela erosão da sina definitiva.

Toda pureza será proibida.

Não apague as máculas.

Todo desprendimento é ridículo.

Qualquer piedade é mau vista.