À SOMBRA DO ÚLTIMO SOPRO Versão para impressão
Escrito por Administrator   

(Ao pó em que se tornou o alento)

Lançado como data de ferro sobre o nome

(lauda de pedra anônima, lápide derrotada

devota do  ermo, da solidão irmã xipófaga)

foi o anátema súplica escura

(elevada do lume do abismo como usura)

aa amarelecida alma do corpo encarnada

como seta bastarda do poço do sopro lançada.