SITUAÇÕES NUAS Versão para impressão
Escrito por Administrator   

Teu mármore imaturo

tornou-se areia branca, Lorca

Valham-me nesgas, frinchas, grotas, gruas

desvãos, potes, hífen, tótens, recintos avaros

tudo o que possua o corpo do ritmo

do verbo cardíaco da poesia.

 

Qual a velocidade média de plena putrefação

do teu cadáver em condições normais de TP?

 

Como tratar bem bois melancólicos?

Quando o pasto é aziago.

 

Trevas paralelas servem

às olimpíadas do inferno.

 

Todo o surto do ritmo.

Toda liberdade à palavra.

 

Só na cinza soma existe.