CREPÚSCULO DE GARANHUNS ÓTICO ALTO ESPETÁCULO Versão para impressão
Escrito por Administrator   

Do meu silo de silêncio

silêncio que é o cereal da alma

da cela (com cilício) do Mosteiro

do verde pote de solidão ébrio

e da beleza embriagado contemplo

sol pôr-se atrás da última colina

e famintas cores do mago poente

multiplicar-me olhos enlouquecendo

do ótico e ínclito espetáculo

do crepúsculo de Garanhuns.