O VERBO É NOTURNO Versão para impressão
Escrito por Administrator   
Sábado, 05 Janeiro 2019 15:51

Poemas são palavras espetadas na cerâmica do céu.

Palavras desesperadas por um sentido ou

luz macia (como doces para bocas)

palavras que espreitem em cada esquina do verso

ao longo do martírio metafísico da vida

palavras acesas como brasas do mar

possuídas de fogo fátuos definitivos.

Poemas são palavras ainda não ditas

ou nunca escritas a grafite (ou com carvão

nos muros brancos da existência provisória).

Palavras que fruem de frautas de vento com sua música óssea.

Palavra que mujam nos prados da página, cavalos de vocábulos.

Palavra que reanimem sombras oxidadas pelas horas.

Palavras que insulte a solidão

(pois o verbo é noturno e viral).